LOGO REFORMULADA EM CURVAS (1).jpg

Informações relevantes sobre geração e utilização de energia solar no país e no mundo

Saiba como limpar os painéis solares e garantir eficiência na geração de energia

A limpeza dos painéis fotovoltaicos é de suma importância para que o sistema trabalhe sem perda de eficiência por bloqueio da luz do Sol pela camada de sujeira, como poeira, fezes de animais, entre outras sujicidades que possam vir a diminuir a permeabilidade da luz para o interior do painel.
  A frequência da limpeza vai depender das condições locais e época do ano. A indicação é acompanhar a geração de seu sistema e verificar quando ele está perdendo eficiência. O gráfico de geração sofreu uma “queda” não prevista para aquele período do ano? Hora de limpar os painéis.
A limpeza é relativamente simples. Garanta um acesso seguro até os painéis. Jamais acesse os painéis sem equipamentos adequados. Com o auxílio de uma mangueira, molhe-os com água. Com eles molhados, esfregue cuidadosamente com uma vassoura macia e detergente neutro. Jamais utilize vassouras ou qualquer outro equipamento que possa arranha-los. Enxague com bastante água. Prontinho! 
Observe a geração antes e depois da limpeza e veja a diferença!
A DOC SOLAR acompanha diariamente a geração de seus clientes, enviando uma equipe de limpeza a seus assinantes do Plano Premium de Manutenção sempre que necessário, garantindo um sistema sempre eficiente e conforto a seus assinantes.
Tem dificuldade para limpar seus painéis? Entre em contato e agende uma visita.


 

A conta de energia poderá ficar mais cara a partir de hoje, 22 de junho de 2022

Poste.jpg

A partir de hoje a conta de luz dos mineiros poderá ficar mais cara. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a CEMIG a fazer reajustes nas tarifas de energia. Para clientes residenciais o aumento será de 5,22% e para clientes de alta tensão 14,31%. Já para os locais de baixa tensão como lojas, iluminação pública e propriedades rurais, o aumento é de 6,23%. O efeito médio para o consumidor, de acordo com a Aneel, será de 8,80%.

Com o aumento da tarifa de energia não somente a conta de luz fica mais cara, mas todos os demais itens de consumo e serviço acompanham este aumento. Se a energia fica mais cara, a conta do açougue, da padaria, do supermercado, da escola, tudo acompanha esse reajuste. Por isso cada dia se faz mais necessário ter fontes de energia sustentáveis e econômicas, como a energia solar fotovoltaica.

Cliente residencial, comercial ou industrial que gera energia através de suas usinas solares não sofrem com o aumento da conta de luz e, se a usina for instalada até o final de 2022, terão direito adquirido na isenção da tarifa TUSD. São vários os benefícios oferecidos por esta modalidade de geração de energia que está cada dia mais acessível.

Ainda teremos mais aumentos nas tarifas de energia. Que bom que temos alternativas viáveis e mais baratas para recorrermos e escapar destes aumentos cada vez mais frequentes.


 

Energia elétrica está mais cara, o aumento chegou a quase 25% em alguns estados.

WhatsApp Image 2022-04-28 at 08.01.03.jpeg

A Aneel autorizou o aumento de 5% nas contas de energia, para cobrir subsídios de R$30 milhões às distribuidoras. Esse aumento irá pesar no bolso do consumidor que, dependendo do estado, pode sentir o aumento de até 25% (Veja a reportagem na íntegra: https://globoplay.globo.com/v/10523570/

O bom é que temos como produzir energia elétrica através da energia solar, de forma econômica e sustentável. Cada dia mais a energia fotovoltaica fica mais acessível e é a melhor alternativa para quem quer economizar dinheiro e ganhar qualidade de vida. 

E você, até quando irá ficar refém dos aumentos da conta de luz? 

Faça seu orçamento com a gente! 


 

Entrega da usina solar fotovoltaica das escolas municipais de Capim Branco

Com muita alegria e satisfação realizamos a entrega da usina solar fotovoltaica instalada na Escola Municipal Martiniano F. Lobo, que irá surprir a demanda das cinco escolas municipais de Capim Branco.
Foram instaladas 53 placas para geração mensal de 2.500kWh, rendendo uma economia de R$2.239/mês para o município. A aquisição foi realizada por pregão eletrônico.
A entrega da usina foi um evento rico em conhecimento, orgulho e gratidão.  As crianças tiveram uma aula sobre geração de energia, as diversas formas de se obter energia elétrica e como que a energia solar faz bem ao planeta. Puderam ver os painéis fotovoltaicos pela filmagem do drone, que sobrevoou a escola no momento do evento.
A Doc Solar parabeniza o município por utilizar da melhor forma seus recursos: investindo em energia limpa e sustentável que trará economia para o município e qualidade para o planeta. 

 

A Doc Solar no programa Saber Viver do SBT

Na manhã do sábado 19 de fevereiro nosso engenheiro Túlio Correa participou do programa Saber Viver, da rede Alterosa, afiliada do SBT, onde tirou dúvidas a respeito da energia solar fotovoltaica.
Confira o programa na íntegra no canal do Programa Saber Viver com Melissa Costa.

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank também investem em energia limpa e sustentável

Bruno Gagliasso.jfif

Foto: Reprodução/Instagram

“Me interessei por sustentabilidade quando entendi que somos parte da natureza. Sempre me liguei nisso mas agora é urgente. Precisamos plantar. Precisamos de água. Precisamos respeitar e preservar a natureza. Estudo o tempo todo para aprender mais sobre a natureza. E na hora de construir o rancho ouvimos profissionais de cada área para fazer tudo da melhor forma” disse Bruno Gagliasso à revista Quem.

 

Entender que fazemos parte da natureza e que nossas atitudes impactam no coletivo fez com que Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, sua esposa, criassem um rancho sustentável, que tem como objetivo gerar impacto positivo na vida das pessoas produzindo água e sequestrando carbono. Estima-se retirar 28 mil toneladas de carbono da atmosfera utilizando alta tecnologia.

 

Uma das atitudes para alcançarem o resultado esperado foi a instalação de 170 painéis solares para geração de energia elétrica. Além de impactar positivamente com a geração de energia limpa, a instalação de painéis solares gera uma economia considerável, com retorno do investimento entre 4-8 anos e um lucro atrativo, comparado ao preço pago pela energia consumida pelas fontes convencionais.

 

Todo mundo sai ganhando: o bolso, a natureza, o planeta.

 

Leia a reportagem completa em: https://revistaquem.globo.com/Um-So-Planeta/noticia/2022/01/rancho-de-bruno-gagliasso-tem-energia-limpa-homenagem-africa-e-mais-legado-para-nossos-filhos.html

 

Sancionada a lei 14.300 de 6 de janeiro de 2022 que institui o marco legal da micro e minigeração distribuída

Foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (7) o marco legal para micro e minigeradores de energia (Lei 14.300/2022). Essas modalidades permitem a consumidores produzirem a própria energia que utilizam a partir de fontes renováveis — como a solar fotovoltaica, a eólica, a de centrais hidrelétricas e a de biomassa. 

 

👉🏻O texto determina que quem já possui painéis solares continuará recebendo subsídios até 2045. O benefício também valerá para aqueles que solicitarem acesso à rede de distribuição até um ano após a publicação da lei. Já para quem fizer a instalação após este prazo, haverá um prazo de transição até arcar com todos os encargos.

 

Fonte: Agência Senado
 

Parceria com Banco do Brasil permite que você financie seu sistema solar fotovoltaico diretamente pelo aplicativo do BB.

Banco do Brasil.jpg

A partir de agora clientes Doc Solar podem financiar seu sistema solar fotovoltaico diretamente pelo aplicativo do Banco do Brasil. É super simples e o crédito já sai pré-aprovado. Confira o passo a passo:

1) Acesse o aplicativo do Banco do Brasil e clique em CRÉDITO ENERGIA RENOVÁVEL na página inicial;

2) Clique em JÁ TENHO UM VENDEDOR;

3) Preencha o CNPJ da DOC SOLAR e o valor do financiamento;

4) Escolha a forma de pagamento e insira a proposta enviada pelo vendedor DOC SOLAR e pronto!

 

Agora ficou ainda mais fácil gerar a própria energia!

 

Previsão de aumento de mais de 20% na conta de luz em 2022

No último período úmido o Brasil registrou o pior regime de chuvas dos últimos 91 anos. Para compensar o baixo nível dos reservatórios com a falta de chuva, têm sido utilizados todos os recursos de oferta de energia disponíveis e foram tomadas medidas excepcionais para assegurar o suprimento de energia no País (afirmação da ANEEL no dia 12/11/21).

A declaração veio em resposta à reportagem veiculada pelo Estadão, que revelou um documento interno da agência que prevê um aumento de 21% na conta de luz em 2022.

Crise energética na China gera aumento no preço e escassez de componentes de sistemas solares fotovoltaicos.

apagão.jpeg

Apagões em várias províncias do norte da China desligaram as luzes das ruas e sinalização, semana passada, provocando congestionamentos de quilômetros de extensão em várias cidades. A região sul sofre com a escassez energética desde junho.

Qual a relação do racionamento energético da China com a energia solar fotovoltaica aqui no Brasil?

Maior parte dos componentes dos geradores solares fotovoltaicos são importados da China. A energia elétrica necessária em sua fabricação é elevadíssima. Contudo, esse racionamento limita a produção dos módulos solares e outros componentes, o que aumenta a procura e diminuiu consideravelmente a oferta de tais produtos. Resultado: aumento nos preços.

Desta forma, se você tem interesse em instalar um sistema solar fotovoltaico em casa ou em sua empresa, a hora é agora.

A conta de luz vai continuar aumentando, mesmo com o início das chuvas. Entenda o motivo:

chuva.jpeg

A primavera chegou e com ela as chuvas, correto? A previsão para o trimestre indica probabilidade de chuvas acima da média histórica no Norte, Centro e Leste do país, mas não o suficiente para encher os reservatórios, principalmente os reservatórios que abastecem o conjunto de hidrelétricas das regiões Sudeste e Centro-Oeste (que concentram 70% de toda a água armazenada no país).

 

“Para começar a subir reservatório, eu preciso ter 100mm de chuvas em cinco dias porque antes de encher os reservatórios eu preciso umedecer o solo. Então, mesmo que chova mais do que a média em outubro, ainda não será o necessário para diminuir o custo da energia.” Explica Patrícia Diehl Madeira, meteorologista da Climatempo.

 

E essa crise hídrica impacta diretamente no bolso dos brasileiros, elevando cada vez mais o preço da energia elétrica, que já subiu três vezes mais que a inflação ao longo deste ano, refletindo em aumento disseminado nos preço de diversos produtos e serviços.

Jair Bolsonaro destacou nesta terça-feira, em Nova York, o trabalho de seu país na preservação do meio ambiente e no combate às mudanças climáticas. 

O presidente Jair Bolsonaro apresentou o país como “um exemplo em geração de energia”, com 83% vindo de fontes renováveis, em sua participação na abertura da semana de alto nível da Assembleia Geral na sede da ONU. Também disse que buscaremos consenso sobre as regras do mercado global de créditos de carbono na COP26, a Conferência do Clima da ONU que começa no final de outubro em Glasgow.

 “Esperamos que os países industrializados cumpram efetivamente seus compromissos de financiamento do clima em volumes relevantes”, disse Bolsonaro. 

De acordo com o presidente, “o futuro dos empregos verdes está no Brasil: energias renováveis, agricultura sustentável, indústria de baixa emissão, saneamento básico, tratamento de resíduos e turismo”. 

 

Fonte: Nações Unidas (https://news.un.org/en/story/2021/09/1100472)

Financiamento para energia solar: você conhece?

O aumento das linhas de financiamento disponibilizadas no mercado fotovoltaico vêm contribuindo cada vez mais para a democratização no acesso à energia solar. O último levantamento realizado pela ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) aponta que a maioria dos financiamentos são destinados a projetos de pequeno e médio porte (até 5MW). Segundo a associação, este aumento está atrelado ao crescente número de projetos de geração distribuída fotovoltaica em operação no Brasil.

Uma simulação de um cliente DocSolar de Belo Horizonte, que gastava em média R$500,00 na conta de luz, realizou financiamento via BV Financeira para investir R$23000,00 na compra do sistema.  Hoje o que ele gastava com conta de luz, ele paga o financiamento de seu sistema.

Tem alguma dúvida sobre financiamento de sistemas de geração de energia solar fotovoltaica? Entre em contato conosco. Será um prazer responder você.